Buscar
  • Myh Farias

A descoberta

Não tem como descrever a sensação de descobrir que está gerando outro ser dentro de você. Em um tempo frenético, a minha gravidez caiu de paráquedas (sem planejamento), mas veio na hora certa e foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida.



Minha primeira sensação quando descobri que estava grávida foi um baita enjoo, primeiro e único, durante toda gravidez, acredito que foi de nervoso. A emoção foi de desespero "estou grávida e agora?", estava entrando no segundo período da faculdade, num ritmo alucinante entre faculdade, trabalho e administração do lar. Não passava na minha cabeça ser mãe naquela altura, mesmo porque como a maioria das pessoas tinha a doce ilusão de que para se ter um filho eu precisaria da devida ordem: terminar a faculdade, ter um ótimo empego (que pagasse bem), ter minha casa própria e um carro (kkkkkkkkkkk ainda morro de rir disso). Mas como o universo está acima de nós, Ele tinha um plano completamente diferente dos meus.

“Sempre achei que não poderia ser mãe, que não teria as habilidades motoras necessárias ou que não aguentaria o peso do bebê. Mas a cada passo que a barriga ia crescendo e mexendo, crescia também a vontade de tê-lo em meus braços e tornar-me mãe”.

Sempre digo que a gravidez, pelo menos para mim, foi um divisor de águas. Mudei completamente e, como mãe, mulher e ser humano continuo em constante mudança, por mim, pelo meu filho e por minha família.


A gestação


A primeira coisa que eu fiz foi trancar a faculdade (parecia que estava adivinhando o que estava por vir). Até o quinto mês minha gravidez foi tranquila, não tive enjoos, não tive muito sono e amava ir trabalhar grávida. Até que começaram os problemas, tinha sangramento no nariz com frequência e quando a barriga começou a aumentar tive hérnia inguinal dos dois lados (também conhecida como hérnia na virilha), isso tudo por causa do peso da barriga. Esse peso também comprimiu a minha safena magna (veia principal da perna e da coxa). Conclusão, tinha refluxo de sangue no joelho até o pé esquerdo (o sangue descia até o pé mas não voltava com o fluxo correto), desta forma, sentia dores insuportáveis nesta perna e virilha. Não podia ficar sentada muito tempo e nem em pé. Aos sete meses de gravidez tive que entrar de licença maternidade, não podia fazer nada em casa e isso acabou com aquela magia que eu tinha de sair para comprar as coisas do meu bebê com calma e paciência e, de dar aqueles passeios lindos de barrigão. Até meu book de gravidez foi feito dentro de um studio porque precisava parar, deitar e colocar os pés para o alto.

Para amenizar os riscos na gestação e na cesárea, fui obrigada (desde o sétimo mês até a segunda semana após o parto) a tomar uma injeção de anticoagulante na barriga todos os dias, assim diminuiria o risco de trombose. Fui acompanhada por um cardiologista, angiologista e um clínico geral participou do meu parto caso houvesse a necessidade de ter que reparar a hérnia inguinal na hora (graças a Deus, não foi preciso, voltei ao normal assim que o meu filho foi retirado).

Não foi fácil e foi completamente diferente do que eu estava costumada a ver. Me sentia muito sozinha, sem poder fazer praticamente nada (logo eu, uma pessoa super ativa) e não via (pelo menos naquela época) isso acontecer com ningúem. Foram longos três últimos meses, mas quando ele finalmente foi colocado no meu colo, todo aquele sofrimento foi esquecido, era um sentimento de amor tão poderoso e inexplicavel que tomava conta de mim, como se tudo aquilo tivesse valido muito a pena (e valeu mesmo!).

Naquele momento, eu só sabia dar-lhe um cheirinho na bochecha (um "gesto" que faço até hoje) e agradecer a Deus por mais esse presente.

Dali em diante tudo mudou, meus hábitos, comportamentos, gostos...radicalmente tudo mudou, nascia ali também uma nova mulher.

Digo que eu aprendi (e aprendo...acredito que aprenderei até morrer) ser mãe, é um processo, uma construção "mútua", pois não nos tornamos apenas mães, eles também precisam tornar-se filhos. Quando essa construção começa, seja na gestação ou a partir do nascimento, os cuidadores (chamados assim porque nem sempre são os pais biológicos) sofrem uma mudança radical, que eu chamo de "baque", ninguém espera o que estar por vir e ninguém nos prepara para os próximos três meses, e é exatamente neste período que (em grande maioria das vezes) morre o EU e nasce o NÓS. Acredito que o ego da mulher é esmagado inconcientemente pelo amor (que ela nem sabe da onde surgiu) ao outro (aquele ser que necessita completamente dela).

Pela minha experiência completamente crua, posso dizer que meu lado egoísta, de pensar sempre em mim (em primeiro lugar), de ser sempre cuidada por todos (sabe como é né, caçula da família..rs) foi severamente lápidado nos três primeiros meses após o nascimento do meu filho e isso foi a melhor (e mais assustadora) experiência que essa vida poderia ter me proporcionado. Só então pude sentir a importância de formar-me mãe, de ter um filho (biológico ou não, porque aqui me refiro a arte do cuidar), amar e criar; como processo evolutivo que está para além da minha criação, do que eu vi, ouvi e senti até ter aquele serzinho nos meus braços. Tudo ali cai por terra, é hora de aprender o significado de tudo isso juntos (meu pacotinho e eu).


Como foi a sua descoberta e sua experiência gestacional? Compartilhe comigo.


Até a próxima.

0 visualização
Prazer, essa sou eu...

    ... Apaixonada pela vida, amante das coisas simples. Movida pela energia da natureza e pela luz de Deus. Constituída pelos amores: do melhor amigo que virou marido Lê, do meu filho Gui meu maior professor e de um peludinho dog chamado Bup. Melhor equipe do mundo, no qual, compartilho muitas experiências e grandes lições. Eterna aprendiz na vida, descobrindo a arte da culinária e mãe em tempo integral. Essa sou eu neste momento, mas não se acomode, sou uma pessoa em constante mudança, ou melhor dizendo, uma metamorfose ambulante.

 

  • White Facebook Icon

© 2023 by Going Places. Proudly created with Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now