Buscar
  • Myh Farias

Data especial: Amor em construção

Dia 10 de maio sempre é muito bem lembrado, por nós dois, afinal de contas foi a exatamente dezenove anos atrás que nós demos nosso primeiro beijo. Lembro como se fosse hoje, no portão de casa, você veio com uma piada (tosca..rs) sobre futebol e roubou-me um beijo.


Hoje quero falar sobre amor, de estar a tantos anos com alguém e nem notar a passagem desses anos (a não ser nesta data, que fazemos as contas). Vejo muita gente ficar chocada quando digo que estou com a mesma pessoa todos esses anos. Em um mundo "descartável", estar com alguém por tanto tempo é para muitos lamentável, para outros surreal e para nós dois algo muito natural.


Éramos muito jovens quando nos conhecemos através do seu primo, lembra?! Você suou muito para me conquistar. Entre Halls de morango, carícias nos meus cabelos longos quando passava e encontros para traduzir a música Don´t go away, do Oasis (de quem nunca ouviu falar porque você gostava de pagode) no pátio da escola, passou um tempo até darmos voltas pela praça para conversar e por fim virarmos namorados.


Ao longo de todo essa tempo, nos construímos mutuamente e talvez esse seja o segredo. Você se apaixonou assim que me viu e o nosso amor foi (e é) construído. Sim! Porque não temos um amor finalizado. O amor, pelo menos por aqui, está sempre em formação, nas pequenas coisas, na simplicidade, nas renúncias, nas trocas, no comprometimento, no dia a dia. Aprendemos o tempo todo, nas nossas imperfeições, nos nossos defeitos, nas nossas brigas, mas acima de tudo, respeitamos a nossa individualidade, ou seja, somos um casal e aprendemos desde cedo que podemos ser a prioridade um do outro, mas não a propriedade. Onde eu sou eu e você é você e dentro dos nossos gostos (e desgostos) cedemos espaços para o "nós". Eu aprendi a gostar de Travessos e você de Legião Urbana. Você me falava de Cavalheiros do Zodíaco e eu te ensinava o poder dos cristais. Eu te ensinava biologia e você me ensinava matemática. E sempre foi assim...eu de humanas e você de exata. Seres completamente diferentes e que se complementam. Essa liberdade é sensacional.


A vida a dois não é fácil, a nossa nunca foi. Entre uma batalha atrás da outra, muitas escolhas difíceis, mas a cumplicidade sempre esteve presente. A parceria nas decisões é (e será) uma das nossas maiores conquistas como casal. Agora, uma das nossas maiores virtudes desde sempre foi a franqueza que, desde a época da simples amizade permeou a relação. Já as conversas "de coração aberto" como você mesmo nomeou, fomos aprendendo com o tempo e com muita prática. No amadurecimento de cada um...e não é que chegamos lá...rs.


Quando nos tornarmos três, esse amor se fortificou. Conseguimos ver muito de nós dois nesta pessoinha e como resultado disso está muito amor envolvido.

Nas horas mais complicadas, nas fases mais difíceis, não desistimos, porque acreditamos que superar juntos é mais desafiante (e estimulante) do que jogar tudo para o alto. Daí então, nos reconstruímos, nos reformulamos e contabilizamos mais experiências de vida.


Daqui a seis dias completaremos nove anos de casados (dessa vez eu acertei na contagem...porque eu nunca sei..rsrs) e a única coisa que eu espero é poder completarmos mais 10, 20, 30, 40, 50 ... quantos anos Deus permitir. Para ter a oportunidade de aprender com você a gostar de coisas diferentes como sempre foi, para continuarmos experimentando as coisas simples da vida, para trocarmos gostos e desgostos e depois rirmos de todas as lições tomando uma bela taça de vinho.


Essa é uma das coisas da vida mais gratificante: estar ao lado de alguém que deseja construir o amor juntos, lado a lado, dia após dia...na alegria e na tristeza; na saúde e na doença...até quando for a hora de partir.


Que essa experiência te sirva de inspiração...que seu amor esteja sempre em construção!


Grande abraço e até a próxima.



30 visualizações
Prazer, essa sou eu...

    ... Apaixonada pela vida, amante das coisas simples. Movida pela energia da natureza e pela luz de Deus. Com 3.3 primaveras de muitas experiências e grandes lições. Aprendiz de psicóloga, descobrindo a arte da culinária e mãe em tempo integral. Essa sou eu neste momento, mas não se acomode, sou uma pessoa em constante mudança, ou melhor dizendo, uma metamorfose ambulante.

 

  • White Facebook Icon

© 2023 by Going Places. Proudly created with Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now